sampleImg

  • Aug 13 2012

    KTM Duke 200: à prova d’água

    Duke 200: indianos suspeitavam que moto poderia ser pouco confiável para os dias chuvosos. Foto: divulgação

    Recentemente, a KTM anunciou o início da produção e vendas da Duke 200 na Índia graças a um acordo comercial fechado a a Bajaj. Entretanto, como é de conhecimento de todo mundo, a Índia é um país onde chove muito, principalmente entre setembro e outubro, quando então, o país é atingido pelas chuvas de monções, responsáveis por fortes e longas tempestades que costumam causar grandes alagamentos no território indiano.

    .

    Devido ao fato de o escapamento da Duke 200 sair por baixo do quadro, rumores começaram a circular dando conta de que a moto não seria confiável e adequada para o país, já que devido a este tipo de configuração, poderia entrar água facilmente no motor e então, gerar problemas que poderiam vir a danificá-lo.

    .

    Devido ao fato de o escape da Duke 200 sair por baixo do quadro, indianos suspeitavam que poderia deixar entrar água facilmente. Foto: divulgação

    Assim, para acabar com os rumores, um indiano chamado Vijay decidiu criar um verdadeiro piscinão, enchê-lo de água até criar uma lâmina com 42 cm de profundidade e nele realizar quatro tipos de teste:

    1. Passando com a moto a 15 km/h;

    2. Deixando a moto em marcha lenta dentro d’água;

    3. Parando, desligando e religando a moto dentro d’água;

    4. Parando a moto dentro d’água, desligando-a e só voltando a ligá-la 30 minutos depois.

    .

    Em todas as situações, a moto não apresentou qualquer tipo de problema, demonstrando que, pelo escapamento, não entra água e que os indianos que a compraram – ou que pensam em fazê-lo – podem ficar tranquilos.

    .

    Quando o Grupo Izzo assumiu o controle das operações da KTM no Brasil, a marca administrada por Paulo Izzo comentou, na presença de um dos herdeiros dos fundadores, que passaria a fabricar em Manaus esta Duke 200 e também, um modelo trail de 350 cm3, entretanto, o tempo passou, as lojas no país começaram a fechar e a promessa ficou somente no ar, mas certamente esta seria uma motocicleta muito bem vinda para o nosso país, já que por aqui – como todo mundo sabe – também enfrentamos problemas de alagamentos em muitas cidades.

    .

    E já que o assunto é pilotar em áreas alagadas, sempre é bom lembrar algumas dicas:

    • Jamais atravesse uma área alagada sem antes ver por onde os veículos maiores estão passando;
    • Jamais enfrente uma correnteza;
    • Jamais atravesse uma área alagada com água acima da altura dos joelhos
    • Nunca freie bruscamente ao ver um alagamento – apenas tire a mão do acelerador e acione suavemente os freios com a moto reta. você pode ser abalroado por trás se assim o fizer;
    • Ao decidir atravessar um alagamento, coloque primeira marcha e sustente a rotação suavemente. Evite trocar de marcha;
    • Motos dificilmente aquaplanam devido à conformação dos pneus. Portanto, confie mas seja prudente e;
    • Sempre verifique a profundidade dos sulcos de seus pneus. Se já tiverem atingido o TWI é hora de trocá-los.

    .[swm_video_embed]

ROAD RACING 2014

ultimi commenti

blogroll

iscriviti